Prémios

A Ciência Viva - Agência Nacional para Cultura Científica e Tecnológica, é responsável pela nomeação do júri que irá avaliar e selecionar os projetos. O júri integrará professores e investigadores de reconhecido mérito das diferentes áreas científicas envolvidas, para além de representantes da Fundação da Juventude, da Ciência Viva e da Agência Portuguesa do Ambiente.
Os 5 primeiros prémios a atribuir aos alunos e projetos selecionados são:
1º Prémio – €1.250 (mil duzentos e cinquenta euros)
2º Prémio – €1.000 (mil euros)
3º Prémio – €750 (setecentos e cinquenta euros)
4º Prémio – €600 (seiscentos euros)
5º Prémio - €400 (quatrocentos euros)

Serão ainda distinguidos os seguintes projetos em áreas específicas:
Prémio Especial Ambiente – €1.000 (mil euros), apoiado pela Agência Portuguesa do Ambiente, para distinguir o melhor trabalho realizado na área das Ciências do Ambiente.
Prémio Especial Lipor – €500 (quinhentos euros), apoiado pela Lipor, para atribuir a um trabalho na área científica mais representada.
Prémio Porto Editora - €300 (trezentos euros) em edições e publicações (exceto manuais escolares).
Os prémios especiais não podem acumular com nenhum dos 5 primeiros prémios.
O concurso prevê ainda a atribuição de um Prémio Especial Professor(a) Coordenador(a) do 1º Prémio, no valor de €400 (quatrocentos euros), para distinguir empenho e a dedicação no acompanhamento do projeto, valorizando assim a experimentação e a investigação aplicada em processos educativos.
Na edição de 2017 serão ainda atribuídos Dicionários Editora da Língua Portuguesa a todos os premiados, oferecidos pela Porto Editora.

O júri reserva-se ainda ao direito, por decisão unânime, de atribuir prémios ex-aequo aos 5 primeiros classificados. Podem ainda conceder Menções Honrosas, não pecuniárias, aos projetos que manifestamente apresentem índices de inovação e oportunidade relevantes.